Informativo 21
capa

Repensando o turismo a partir da pandemia

Após um ano do decreto da pandemia do novo coronavírus, o setor do turismo repensou diversos costumes e se deparou com necessidades que, antes, não pareciam tão importantes. Dentre elas, o seguro-viagem se tornou algo indispensável; considerar um atendimento de emergência ou então um plano de saúde que te atenda em qualquer região do país passaram a ser exigências para todos os viajantes.

🧐 Opinião

Informação - Aprovação de alterações nas medidas de segurança contra a covid

A Diretoria Colegiada da Anvisa aprovou alterações na RDC n° 456, resolução que define as medidas a serem adotadas nos aeroportos e aeronaves em razão do surto de Covid-19, dando atenção ao uso de máscaras pelos viajantes. A Anvisa decidiu aumentar o rigor no controle das proteções faciais usadas pelos passageiros por causa do surgimento de novas variantes do coronavírus e do agravamento das taxas de transmissão em todo o país.

O que muda?

A máscara deve estar bem ajustada ao rosto, cobrindo o nariz e boca, sem aberturas que permitam a entrada ou saída de ar e gotículas respiratórias. Com as alterações, os modelos que não garantam essa proteção não serão mais aceitos nos aeroportos e nas aeronaves, como bandanas, lenços e protetores faciais do tipo “face shield” não serão permitidos, assim como máscaras de acrílico ou de plástico transparente e as que possuem válvula de expiração.

As máscaras de tecido confeccionadas artesanal ou industrialmente com material como algodão e tricoline continuam permitidas, mas devem possuir mais de uma camada de proteção e ajuste adequado ao rosto.

🛰 Tendência

O turismo corporativo e suas relações na economia

A retomada das viagens corporativas exige uma reconstrução do setor. Do ponto de vista econômico, o turismo estava pautado por relações que já eram complexas e controversas antes mesmo da pandemia. Agora, ela deve ser repensada e, nesse sentido, as agências de turismo devem representar o papel essencial de propor estratégias para ajudar os gestores nas suas viagens. A capacitação da equipe e os produtos oferecidos são diferenciais.

💻 Trabalho.com

Curiosidade

O grupo de hotelaria de luxo, Kessler Collection, anunciou que passará a aceitar criptomoedas como Bitcoin, Ethereum e Dogecoin como pagamento em alguns hotéis de sua rede.

O pagamento por criptomoeda é considerado inovador no setor de hospitalidade, os pagamentos podem ser mais baratos e mais fáceis para viajantes internacionais.

COMPARTILHAR:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin